Prefeito Jairo Magalhães dialoga com comissão de professores e representantes do sindicato da categoria

Terça, 24 de Julho de 2018

Gabinete

O Prefeito Jairo Magalhães segue aberto ao diálogo em busca de um entendimento com a categoria dos professores municipais, que entraram em greve nesta segunda-feira (23). O gestor se reuniu no final da manhã desta terça-feira, com uma comissão de professores, Elísia Ramos, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guanambi e região (Sispumur), professora Adriana Malheiros, Marlene Morais, que é a presidente do Conselho Municipal do Fundeb, e contou também com a participação do Secretário Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Paulo Costa. “Acredito que através deste diálogo franco e sincero, possamos buscar juntos uma saída, para que a situação seja resolvida, foi uma conversa olho no olho, onde reafirmei a minha vontade pelo entendimento, o mesmo que entendo, ser dos representantes da digna categoria”, disse o prefeito.

 

Na oportunidade, diversas questões de ordem contábil foram abordadas e dados foram expostos por ambos os lados. Os representantes da categoria fizeram a exposição de suas reivindicações, sendo a principal delas, o repasse do reajuste no percentual de 6,81% do Piso Salarial. O prefeito Jairo reafirmou a sua vontade de conceder o reajuste, mas falou da sua impossibilidade devido a falta de recursos do Fundeb, e ainda a previsão de um acréscimo maior que no ano passado, na colocação de recursos próprios do município.  

 

Atendendo ao pedido dos educadores, o prefeito reafirmou a sua disposição de realizar um levantamento prévio para um Programa de Desligamento Voluntário (PDV), o que poderia, em tese, abrir melhores condições de ordem financeira, no Fundeb. “O diálogo feito nesta manhã foi muito salutar e respeitoso, onde avançamos em alguns pontos discutidos, e devido a um compromisso que tinha feito com o Comandante do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros, iremos nos reunir amanhã novamente, para buscar avançar ainda mais em um entendimento”, finalizou o prefeito.

 

O sindicato da categoria reivindica o reajuste do percentual de 6,81% do Piso Salarial. A gestão afirma que o repasse do Fundeb já é todo direcionado ao pagamento dos salários dos professores, necessitando ainda de uma complementação, que já atingiu um déficit de mais de R$ 2,5 milhões no ano passado. A gestão ainda afirma que se for concedido o reajuste, o déficit saltará para mais de R$ 7 milhões de reais anuais, gerando um total colapso das contas municipais e comprometendo o funcionamento de diversos programas, ações e obras de diversas secretarias, cujo orçamento teria de ser remanejado para arcar com os proventos dos educadores.


Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Guanambi


Últimas Notícias