Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    Fixo: (77) 3452-4306

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda à sexta-feira, das 08:00 às 12:00/ 14:00 às 18:00

    Praça Henrique Pereira Donato, 90 Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Saúde
PA Covid de Guanambi bate recorde com atendimento de 170 pessoas em apenas três dias
18/02/2021

A cada dia neste mês de fevereiro, aumenta semanalmente os atendimentos no Pronto Atendimento PA Covid de Guanambi, unidade exclusiva para o atendimento de pessoas acometidas com a Covid-19. Mais de 800 pessoas foram atendidas, apenas nos primeiros 17 dias do mês de fevereiro, com uma média de quase 50 atendimentos diários. Somente nesta quarta-feira (17), foram atendidas 60 pessoas, com 6 internadas. 21 óbitos já foram registrados na cidade. Estes dados são apenas referentes aos atendimentos do PA Covid, não incluso ainda os dados do Hospital Municipal, onde é direcionado os casos mais delicados da infecção do vírus.

 

Cenário preocupante

 

O novo Decreto publicado nesta quinta-feira https://bit.ly/3jYTiZD com novas restrições, foi editado devido a inúmeros fatores que foram desencadeados nos últimos dias, como o colapso de UTI´s em Vitória da Conquista, que é a região referência para Guanambi, além do nível máximo de ocupação de UTI´s em outras regiões do Estado, e também na capital Salvador, batendo níveis também jamais vistos. Em Guanambi, o Pronto Atendimento Covid e o Hospital Municipal também seguem com atendimentos e ocupação beirando a sua capacidade máxima. Os casos ativos em Guanambi seguem em alta, como também o aumento de casos graves e óbitos nas últimas semanas.

 

Diante do cenário em toda a Bahia, o Governo do Estado anunciou medidas mais fortes, como o toque de recolher em Salvador e diversas cidades do estado a partir desta sexta-feira (19), que restringe a circulação de pessoas entre 22h e 5h. A decisão ocorreu após reunião com representantes da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), prefeitos e técnicos das secretarias estaduais da Educação e da Saúde.



Autor: Assessoria de Comunicação