Em encontro com comissão de mototaxistas, prefeito esclarece que serviço de aplicativo não tem alvará e nem concessão

Quarta, 30 de Janeiro de 2019

Gabinete

O Prefeito Jairo Magalhães se reuniu com uma comissão de mototaxistas na tarde desta terça-feira (29), na sala de reuniões do gabinete municipal. Na oportunidade, o presidente da associação, conhecido como Ratinho, e os mototaxistas Farofinha, Cristiano e Maurício, acompanhados pelo vereador Rafael Macedo falaram de diversos temas de interesse da categoria, como o surgimento de um sistema de aplicativo que está habilitando motociclistas ao arrepio da Lei Municipal, sem alvará específico, identificação por coletes, credenciamento municipal e nem a documentação exigida por lei para o serviço de mototáxi.

 

Em Guanambi existem 230 profissionais mototáxi, e 30 de moto entrega,  devidamente habilitados, dispondo de alvará municipal, coletes de identificação, credenciamento, recolhendo os tributos pertinentes, além de serem regulados por Lei Municipal, onde todos atendem aos requisitos específicos. Na oportunidade, o presidente da associação disse que a entidade já está em contato com empresa especializada para o desenvolvimento do próprio aplicativo, para oferecer o serviço para a população, sem aumento de custos para a categoria e que ainda atendem aos dispositivos legais, onde somente os profissionais devidamente autorizados e treinados irão realizar  serviço de transporte de passageiros.

 

Segundo o prefeito Jairo Magalhães, o serviço de transporte de passageiros via aplicativo não dispõe de alvará ou licença de funcionamento. “Entendemos que a modernidade e a tecnologia chegou aí para melhorar os serviços prestados para a população, agora existe uma Lei que precisa ser respeitada, até para oferecer segurança para os passageiros, Guanambi é exemplo de organização do serviço de mototáxi em todo estado, e temos que manter organizado e respeitando as normas que estão sendo seguidas há mais de vinte anos, fiquei contente em saber que a categoria já está se organizando para oferecer o serviço tecnológico para a comunidade, respeitando as normas”, disse o gestor.

 

Ainda na oportunidade, ao lado da Superintendente Municipal de Trânsito Eleuza Nogueira, foi esclarecido aos presentes, diversas dúvidas relativas ao curso de qualificação que todos os mototáxis habilitados na cidade deverão realizar.


Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Guanambi


Últimas Notícias